revista b / gente barclaycard

Inês Medina e Sandra Di Moise: desafios na forma feminina

São duas mulheres que influenciam os destinos do Barclaycard em Portugal e que souberam escalar a hierarquia internacional de uma das maiores companhias emissoras de cartões do mundo. Partilham valores, referências e uma vontade férrea de irem cada vez mais longe. Sobre o futuro do Barclaycard em Portugal, concordam numa mesma palavra: desafiante.





Inês Medina

Portugal Business Head



Quando eu tinha 10 anos o meu ídolo era…
Tonico Bastos, de Gabriela Cravo e Canela, e a minha mãe.

Numa palavra o que  quer dizer 10 anos de Barclaycard em Portugal?
Revolução.

Momento marcante que tenha vivido no Barclaycard em Portugal nos últimos 10 anos
A integração do negócio ex-Citi em 2010.

Maior orgulho
Ajudámos a dar a volta à crise e estamos mais fortes do que nunca.

Não sai de casa sem…
A minha cabeça porque está presa ao meu corpo.

Um livro, um filme que a marcou
Pipi das Meias Altas

Paixão por…
Um miúdo de 9 anos a quem eu e o meu marido chamamos Kiko… e competir!

Referência de estilo ou personalidade que admira?
Rainha de Inglaterra

Conselho que dá aos mais novos
Ousem tomar a palavra, desafiem sempre e divirtam-se à grande.

Como vão ser os próximos 10 anos do BC em Portugal?
Desafiadores, espero eu!






Sandra Di Moise

Managing Director Southern Europe Cards









Quando eu tinha 10 anos o meu ídolo era…
O meu avô e padrinho. Um senhor que me inspirou para toda a minha vida: advogado, catedrático de Matemática, escreveu livros de Matemática para escolas do 1.º grau até universidade. Criou teoremas e falava fluentemente oito idiomas. Ensinou-me e fomentou a paixão pela Matemática e em acreditar que é possível realizar os sonhos.

Numa palavra o que  quer dizer 10 anos de Barclaycard em Portugal?
Orgulho.

Momento marcante que tenha vivido no Barclaycard em Portugal nos últimos 10 anos
A aquisição do negócio Citi, foi uma mudança estratégica em que integrámos novos talentos, novas ferramentas sofisticadas e excelente negócio! Sem dúvida um marco na história do Barclaycard em Portugal.

Maior orgulho
Ter sido a primeira mulher a ocupar o cargo de country manager no Panamá e a primeira vice­‑presidente mulher da Credicard SA.

Não sai de casa sem…
iPhone e iPad.

Um livro, um filme que a marcou
Livro: O Código Da Vinci de Dan Brown. Filme: A Vida É Bela.

Paixão por…
Costumo dizer que tenho duas grandes paixões: a primeira é viajar. Conheço muitos destinos e não consigo dizer é qual o meu preferido. Para mim viajar é inspiração. O contacto e as interações sociais com as diferentes culturas são enriquecedores e servem de forte alento. Ainda para mais quando eu própria sou uma cidadã do mundo: tenho origem italiana da parte dos meus avós, nasci no Brasil mas tenho naturalidade norte­‑americana. Imagina! A interculturalidade é muito importante na carreira de uma pessoa, mas também no enriquecimento da personalidade de cada um – ela molda como você é.
A segunda é o futebol. Sou apaixonada por futebol. Pela emoção, pela adrenalina, pela capacidade que tem de unir países, culturas, religiões! Adoro ver jogos de futebol e apreciar os jogadores fazendo magia em campo superando os seus limites e jogando por um objetivo único: ganhar. Sou merengue de coração! E neste momento estou torcendo pelo Brasil na Copa do Mundo.

Referência de estilo ou personalidade que admira?
Chanel.

Conselho que dá aos mais novos
Sejam apaixonados pela vida e não desistam na primeira dificuldade. Lutem por aquilo que querem e por aquilo que sonham. Tenham humildade. Sejam honestos e íntegros. Mostrem o vosso talento, a vossa paixão e trabalhem em equipa. Esse é o segredo do sucesso.

Como vão ser os próximos 10 anos do BC em Portugal?
Vão ser anos desafiantes! Mas eu adoro um bom desafio, pois acredito que é desta forma que chegamos mais longe, mais fortes e com maior aprendizagem. Daqui a 10 anos vamos olhar para trás e, com orgulho, dizer que somos vencedores!