revista b / sociedade

10 portugueses em 10 áreas de influência, nos últimos 10 anos

Quem foram os portugueses que se destacaram nos últimos 10 anos? Escolhemos 10 personalidades de diferentes áreas. Da música às artes, passando pelo desporto, a cultura e o empreendedorismo social, entre outras áreas, estes são alguns dos nomes que marcaram a última década.

Joana Carneiro

Maestrina

Sempre soube que queria ser maestrina. Aos 9 anos tomou a decisão e aos 19 dirigia a sua primeira orquestra. Pertence a um grupo restrito de maestrinas com uma vasta carreira internacional. Atualmente é maestrina convidada da Orquestra Gulbenkian e diretora musical da Sinfónica de Berkeley. Em 2004, foi agraciada pelo Presidente da República Portuguesa com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique. Considera que ser músico é um privilégio, e que a música é uma fonte de transformação social e espiritual sem limites.



Alexandre Soares dos Santos

Empresário

Um nome incontornável no mundo dos negócios. Considerado um dos empresários com melhor reputação, foi presidente do grupo Jerónimo Martins, até março. É um dos homens mais ricos de Portugal. Presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, cujo objetivo é estudar e aprofundar os grandes temas da sociedade, foi distinguido, recentemente, pelo Instituto de Estudos Políticos com o prémio Fé e Liberdade. Considera que o grande pilar da sociedade é a família, o empreendimento que mais se orgulha de ter construído.



Isabel Jonet

Empreendedora social

É presidente do Banco Alimentar Contra a Fome e da Federação Europeia de Bancos Alimentares. Começou como voluntária, pouco tempo depois, assumia a presidência da Instituição que, ao fim de 10 anos de atividade, tinha cerca de 10 mil voluntários e prestava apoio a cerca de 200 mil pessoas necessitadas. Fundadora e presidente da Entreajuda, instituição que dá apoio a instituições de solidariedade social ao nível da gestão e da organização, o seu trabalho foi reconhecido pela Assembleia da República, que em 2005 lhe entregou o prémio Direitos Humanos.







Cristiano Ronaldo

Futebolista

Com apenas 29 anos, conquistou este ano, pela segunda vez, o título de melhor jogado do mundo. As fintas, as jogadas e os livres fazem dele um ídolo no planeta do futebol. Capitão da seleção nacional, em 2009, tornou-se um dos jogadores mais caros da história do futebol, após a sua transferência do Manchester United para o Real Madrid, no valor de 94 milhões de euros. Com uma carreira premiada, foi o maior marcador de uma temporada da história do Real Madrid, com 54 golos, o que lhe valeu a Bota de Ouro.




Mariza

Fadista

Mariza é, indubitavelmente, a fadista mais reconhecida do fado contemporâneo.
Foi, aliás, a grande impulsionadora da nova geração de fadistas que surgiram depois do milénio, e uma das vozes que mais contribuiu para o reconhecimento e valor que o fado conseguiu recuperar, em Portugal e no estrangeiro. Recolocou o fado nas luzes das ribalta, no topo da world music, levando-o aos mais ilustres palcos, como a Sala Kongresowa, em Varsóvia, a Ópera de Sydney, e o Carnegie Hall, e colocando-o no top nacional de vendas na Finlândia e na Holanda.




Joana Vasconcelos

Artista plástica

Joana Vasconcelos fez da sua arte uma verdadeira imagem de marca. Quem não conhece os seus gigantescos sapatos feitos de tachos, os corações de Viana em talheres de plástico, o lustre com tampões, os cães de louça ou as faianças de Bordallo Pinheiro revestidas de croché? O seu trabalho encontra-se representado em diversas coleções públicas e privadas, nacionais e internacionais. Os momentos mais relevantes na sua carreira recente incluem o projeto Trafaria Praia, o cacilheiro que foi o Pavilhão de Portugal na 55.ª Exposição Internacional de Arte, em 2013, a mostra individual no Château de Versailles, em França (2012), e a sua primeira retrospetiva, apresentada no Museu Coleção Berardo, em Lisboa (2010).




Ricardo Artur de Araújo Pereira

Humorista

É o maior humorista português da atualidade. Formou, em 2003, o grupo humorístico Gato Fedorento, tendo sido um dos elementos da televisão que mais políticos entrevistou. É cronista da revista Visão, e um dos elementos do programa Governo Sombra, onde faz uma crítica mordaz das medidas tomadas pelo Governo. Assina a rubrica diária Mixórdia de Temáticas, na Rádio Comercial, e apresenta, desde abril, rúbricas humorísticas e comentários na TVI. Costuma contar que começou por fazer rir a avó, que lhe dizia que não tinha piada nenhuma.



José Tolentino Mendonça

Cultura

Poeta, padre, professor e vice-reitor da Universidade Católica, é também o responsável nacional pela Pastoral da Cultura. Em dezembro de 2011 foi nomeado consultor do Pontifício Conselho para a Cultura, no Vaticano. Com uma vasta obra publicada, como poeta, ensaísta, tradutor, e autor de texto dramático, ocupa já um lugar de destaque na poesia portuguesa contemporânea. Foi homenageado com o Prémio Cidade de Lisboa de Poesia (1998) e com o Prémio PEN Clube de Ensaio (2004). É considerado uma das vozes mais originais de Portugal. A relação entre o cristianismo e a cultura é uma das marcas do seu percurso.



Rita Blanco

Atriz

Com mais de 30 anos de carreira, é uma das atrizes mais aplaudidas em Portugal. Este ano foi distinguida pela terceira vez com um Globo de Ouro, pelo seu desempenho no filme A Gaiola Dourada, do realizador Ruben Alves.
Tem 51 anos e estreou-se como atriz em 1983, tendo participado em vários filmes com os mais diversos realizadores, em diversas peças de teatro, telenovelas e programas do humorista Herman José . Atualmente, a atriz protagoniza a novela Sol de Inverno, da SIC, mas a sua paixão é o teatro e o cinema.



Álvaro Siza Vieira

Arquiteto

O arquiteto português com mais visibilidade e prestígio internacional. Foram inúmeros os prémios que recebeu, sendo o mais importante o Pritzker da Fundação Hyatt, de Chicago, considerado o equivalente ao Nobel. É autor de numerosos projetos quer ao nível nacional, quer ao nível internacional, entre os quais se destaca a reconstrução da zona do Chiado, em Lisboa, a construção da Faculdade de Arquitetura do Porto e o plano arquitetónico para a construção do Museu de Arte Contemporânea do Porto. Posteriormente, foi o responsável pela proposta do Pavilhão de Portugal da EXPO 98 e foi convidado pelo Papa João Paulo II para o projeto de uma igreja no Vaticano.