revista b / destino de sonho

Destino de Sonho

De Moscovo a São Petersburgo

A Rússia é uma terra de contrastes tão grandes como os que separam a austera Moscovo da elegante São Petersburgo. Este começa por ser o grande aliciante para partir à descoberta de duas cidades cativantes...



Moscovo

A exótica capital do Leste

O colorido dos minaretes da catedral de São Basílio na Praça Vermelha e as sombras da noite que se projetam dos muros do Kremlin, recordando fantasmas da Guerra Fria, são marcas do exotismo de Moscovo, uma cidade que após o fim da União Soviética cresceu para norte, renascendo entre Tverskaya e Okhotny e alimentada com os petrodólares dos oligarcas. Por ali florescem os melhores bares e os mais requintados restaurantes da nova Moscovo.



Locais a não perder

  • Krasnaya Ploshchad

    Em todo o mundo é conhecida como Praça Vermelha. Continua a ser o centro da cidade. A catedral de São Basílio é tão obrigatória como uma visita ao interior das muralhas do Kremlin onde surge a Catedral da Assunção, a do Arcanjo e a da Anunciação, e a Torre do Sino. Não quer dizer que todos os locais e parques existentes estejam abertos porque é ali que trabalha o senhor Putin...

  • Edifícios de Estaline

    São sete e foram construídos após a II Guerra Mundial para rivalizarem com os arranha-céus americanos. Chamam-lhes “os bolos de noiva”. O mais imponente é ocupado pela Universidade de Moscovo e o mais bem conservado é ocupado pelo hotel Hilton Moscow Leningradskaya.

  • Metro

    A rede é enorme. Há 180 estações e, a cada 90 segundos, há um comboio a passar. As mais antigas são obras­‑primas de arquitetura. Importa conhecer as de Ploshchad Revolutsii, Kievskaya e Komsomolskaya. É a melhor forma de viajar na cidade, mas atenção: os russos (quase) só falam russo e as indicações estão escritas em alfabeto cirílico.

  • Cultura

    A Casa de Gorky é um fantástico edifício de Arte Nova. O Museu da Grande Guerra Patriótica recorda a II Guerra Mundial e no meio de uma vasta coleção surge a declaração de rendição nazi. A Galeria Tretyakov (tretyakovgallery.ru) reúne peças de arte russa nacionalizadas pelos sovietes e outras produzidas após a Revolução Bolchevique. O Teatro Bolshoi (bolshoi.ru) é uma verdadeira instituição.

  • Shopping

    As Galerias GUM (Praça Vermelha) são o expoente do luxo e do requinte, e o mercado do Parque Izmailovsky (estação de metro com o mesmo nome) tem uma tradição que vem do século XVI. Está aberto ao fim de semana e por ali há mais curiosidades do artesanato russo do que na rua Arbat.

  • Diretório

    Casa de Gorky
    Malaya Nikitskaya, 6/2

    Museu da Grande Guerra Patriótica
    Bratyev Fonchenko, 10

    Galeria Tretyakov
    Lavrushinsky Pereulok, 10 e Krymsky Val, 10

    Teatro Bolshoi
    Teatralnaya Ploshchad, 1

    Bosco Café
    Praça Krasnaya, 3

    Pushkin Café
    Tverskoy Bul'var, 26a

    O2 Lounge
    Tverskaya Ulitsa, 3

Onde comer?

O Bosco Café, em plena Praça Vermelha é um restaurante italiano e o Pushkin Café (www.cafe-pushkin.ru) é reputado pela sua cozinha russa. Quem procura uma das melhores vistas sobre a cidade pode optar pelo O2 Lounge, no último andar do Ritz Carlton.

São Petersburgo

O esplendor barroco dos Czares

São Petersburgo é uma cidade barroca nascida no século XVIII, à imagem das grandes metrópoles europeias, graças à opulência da Rússia dos Czares. Hoje, os imponentes palácios recuperaram as cores garridas que terminaram com o cinzentismo da antiga União Soviética. Visitar a cidade exige tempo, mas há locais imperdíveis numa cidade recortada pelos canais cruzados por pontes sem conta.



Locais a não perder

  • Hermitage

    O Hermitage é um dos maiores e mais ricos museus do mundo. Ocupa vários edifícios, onde surge todo o tipo de coleções, que rivalizam em interesse com o imenso Palácio de Inverno dos Czares.

  • Igreja do Sangue Derramado

    A Igreja do Sangue Derramado começou a ser construída em 1883 e demorou 25 para ser concluída, mas o resultado impressiona pela forma, pela cor e pela riqueza dos seus interiores.

  • Nevsky Prospekt

    A Rua Nevsky Prospekt convida ao passeio entre o palácio do almirantado da marinha imperial (1711-1917) e a Catedral Kazan, uma das mais sumptuosas da cidade. Foi inspirada na Basílica de S. Pedro, em Roma, e no tempo dos sovietes funcionou como o Museu do Ateísmo, voltando a ser dedicada ao culto em 1999.

  • Diretório

    Igreja do Sangue Derramado
    Kanala Griboedova Nab, 2

    Museu Russo
    Mikhailovsky Palace, 4, Inzhenernaya

    Museu Zoológico
    Universitetskaya Nab, 1

    Teatro Mariinsky
    Teatralnaya Ploshchad, 1

    Yeliseyevsky Gastronom
    Nevsky Prospekt, 56

    L’Europe
    Nevsky Prospekt, 1-7

    Fasol Café
    Gorokhovaya ulitsa, 17

  • Cultura

    O Museu Russo reúne uma das melhores coleções de arte russa. Os esqueletos de mamutes são a grande atração do Museu Zoológico (zin.ru). O Teatro Mariinsky (mariinsky.ru) foi o palco da estreia de muitas obras de Tchaikovsky.

  • Shopping

    Na cidade não faltam lojas, grandes armazéns e mercados. Mas quem quiser saborear caviar pode passar pelo mercado Kuznechny (Kuznechny Pereulok) ou pelo Yeliseyevsky Gastronom, cuja reputação remonta ao tempo dos Czares.

Onde comer?

Na cidade há restaurantes de cozinhas de todo o mundo e para todos os preços. O L’Europe (belmond.com), no Grand Hotel Europe, tem um ambiente requintado, sublinhado pela arquitetura Arte Nova. O Fasol Café serve comida russa a preços interessantes.






A sua opinião é muito importante para melhorarmos!

Procuramos melhorar cada edição que fazemos. Contamos com a sua ajuda para avaliar este artigo e a revista b. Basta apenas 1 minuto.

Quero dar a minha Opinião