5
O mundo é feito de mudança… O mundo é feito de mudança…

Estilo

O mundo é feito de mudança…

No mercado automóvel nunca houve tantas alternativas e a dificuldade começa por escolher a melhor opção para cada tipo de utilização, mesmo entre os pequenos familiares…

O mundo dos automóveis está a mudar ao ritmo acelerado de novas propostas que vão muito mais longe do que era habitual, e isso é tão evidente nos topos de gama como nos modelos mais familiares, aqueles que são mais procurados no mercado nacional.

Em Portugal, o Renault Clio é o líder do ranking de vendas há vários anos e propõe soluções clássicas: um cinco portas e uma carrinha. Este argumento ainda tem peso e a marca francesa vai renovar este modelo no outono. Mas há novas tendências na ordem do dia…

Os SUV são mais do que uma alternativa, afirmam-se como uma fórmula de sucesso em todos os segmentos de mercado, desde o universo dos modelos premium até à base da pirâmide da oferta, onde pontuam os veículos à medida da família. Roubaram espaço aos monovolumes e às carrinhas, com argumentos como a posição de condução elevada, que dá uma imagem de maior segurança, o espaço interior e o volume nos porta-bagagens, sem esquecer a polivalência, que passa pela proposta de utilização no campo do lazer e versões 4×4, apesar de a maioria dos potenciais utilizadores não equacionar a possibilidade de colocar uma roda fora de estrada.

Esta é a chave do sucesso de SUV como o Nissan Qashqai, que se afirmou como uma referência no seu segmento, mas também explica o aparecimento de modelos como o SEAT Ateca, que está a chegar a Portugal, onde não faltam exemplos que passam pelo renovado Peugeot 2008, o arrojado Citroën Cactus ou o elegante Renault Captur. Por isso, monovolumes compactos como o VW Touran ou o Toyota Verso têm de ser vistos como sobreviventes, já que o seu grande argumento de vendas passa pela proposta de versões de sete lugares, que são apenas dois bancos para crianças de pouca idade, cuja utilização anula o espaço do porta-bagagens. Mesmo assim os monovolumes ainda são uma alternativa para famílias numerosas, mas estamos a falar de modelos de outro segmento, como o SEAT Alhambra ou o VW Sharan, que têm um preço bem diferente.

Para quem abdica dos sete lugares, mas não pode prescindir do espaço, as carrinhas ainda são uma alternativa válida, e há exemplos interessantes como a Ford Focus SW ou os modelos da Skoda, campeões ao nível da habitabilidade e referências no espaço na bagageira.

Mas se estamos em tempo de mudança e o futuro aponta novas propostas, vivemos ainda no presente e a tradição continua a ter peso. Por isso há opções como o novo Fiat Tipo, que segue a tradição com uma gama que passa por um modelo convencional de três volumes e quatro portas, por um cinco portas e por uma carrinha. São modelos honestos para quem é indiferente aos ventos de mudança e que, além dos SUV, passam pela mobilidade elétrica. E, neste campo, as opções híbridas estão na linha da frente.

Os monovolumes ainda são uma alternativa para famílias numerosas, mas estamos a falar de modelos de outro segmento, que têm um preço bem diferente.

Para quem abdica dos sete lugares, mas não pode prescindir do espaço, as carrinhas ainda são uma alternativa válida, campeões ao nível da habitabilidade e referências no espaço na bagageira.

A sua opinião é muito importante para melhorarmos!

Procuramos melhorar a cada edição que fazemos. Contamos com a sua ajuda para avaliar este artigo e a revista b. Basta apenas 1 minuto.

  Quero dar a Minha Opinião
×