12
Réveillon em Portugal Réveillon em Portugal

Fim de Ano

Réveillon em Portugal

A entrada no novo ano convida a uma “escapadinha”. Entre São Miguel e Serra da Estrela, passando pelo Funchal, estes destinos nacionais prometem ficar guardados para sempre na sua memória fotográfica.

Se ainda for a tempo de marcar a noite do dia 31 de dezembro, celebre a viagem dos meses passados e oferece a entrada no novo ano, sempre com o pé direito e na esperança de que este traga os melhores momentos.

A tradição é universal: a passagem de ano celebra-se num ambiente social com fogo de artifício, festas de rua, dança e ajuda generosa de comida e bebida.

Porque o mote ainda continua a ser “Vá para fora, cá dentro”, três são os destinos eleitos para esta noite de encerramento do ano: Funchal, Ponta Delgada e Serra da Estrela. Para que o fim de ano “por cá” seja também memorável.


Madeira

Pérola do Atlântico e jardim flutuante português: esta é a Madeira subtropical, uma das ilhas vulcânicas portuguesas, com 70% do seu território considerado parque nacional. No meio do verde, descobre-se alguma fruta que em Portugal continental não se vê crescer: a papaia, o tamarilho, a pitanga. De entre todos os frutos que a Madeira produz, as duas principais estrelas são o maracujá e a banana.

As cores, os cheiros e os sabores encantam e são descobertos através de passeios pelos jardins e grutas, que oferecem paisagens exuberantes pontuadas pelas fontes em azulejo. É, desta forma, que se podem apreciar as vistas hipnotizantes que a Madeira tem para oferecer.

A capital, o Funchal, foi um dos destinos escolhidos pela revista b como sugestão para uma celebração memorável. Aqui concentra-se o réveillon da Madeira, numa noite que tem tanto de magnífica como de acolhedora e bela.

Moderna e rejuvenescida, a cidade do Funchal é conhecida pelos restaurantes e hotéis deslumbrantes e pelo clima ameno que se mantém durante todo o ano. Localizada no sul da Madeira – na costa mais ensolarada da ilha –, a cidade aconchega-se num grande anfiteatro natural, de frente para o Atlântico e com as montanhas como pano de fundo.

Tornou-se num dos principais pontos de escala dos cruzeiros do Atlântico e o seu porto, situado mesmo no centro da cidade, é considerado um dos mais espetaculares do mundo, a par com o do Rio de Janeiro. É usual ver, a qualquer momento, o porto do Funchal com pelo menos quatro navios de cruzeiro estacionados.

Esta cidade revela-se exuberante, graças aos jardins maravilhosos onde as flores florescem durante todo o ano e às atividades aquáticas – mergulhar nas águas cristalinas, fazer surf, nadar com os golfinhos ou observar baleias. Mas não só, o cenário da vida noturna variada e vibrante também leva a sua quota-parte nas razões que tornam o Funchal um destino tão apetitoso.

Tome nota

Jante no Les Faunes, considerado o melhor restaurante da ilha, que pertence ao hotel Belmond Reid’s Palace. Envolto em flores, palmeiras e aves-do-paraíso, o hotel oferece vistas deslumbrantes e uma celebração de réveillon inesquecível, acompanhada de música ao vivo.

À meia-noite assista ao impressionante espetáculo pirotécnico, reconhecido no Livro dos Recordes do Guinness, em 2006, como o maior do mundo. O cenário é magnífico e único, com o céu iluminado com cor e luz no começo de mais um ano. Se tiver oportunidade, faça-o a bordo de uma embarcação, como a Bonita da Madeira, a Lobo Marinho ou a Santa Maria do Colombo. Na Praça do Povo, a passagem de ano é celebrada noite fora, mas ainda com programa por divulgar.


São Miguel, Açores

As paisagens são de tal forma belas que cortam a respiração. Na ilha de São Miguel, uma das nove que compõem o arquipélago dos Açores, vive-se em tranquilidade, entre o verde da natureza e o azul do mar. É, sem dúvida, o lugar ideal para quem gosta de natureza, desporto e cultura.

Na ilha de São Miguel são as lagoas que cativam o primeiro olhar: Sete Cidades, eleita uma das 7 Maravilhas de Portugal; Lagoa do Fogo, dramática pela sua moldura de lava e mar; e, Lagoa das Furnas, com a capela gótica (Capela de Nossa Senhora das Vitórias) que nos transpõe para um conto de fadas.

As praias de areia negra e o mar aquecido convidam à prática de atividades como surf, windsurf, vela e pesca desportiva de alto-mar. Em terra, os passeios são feitos a pé ou de bicicleta, principalmente nos muitos trilhos assinalados ao longo da ilha e nas descidas às lagoas.

O maior encanto da ilha são mesmo as paisagens naturais sem fim, as flores e os miradouros, sem esquecer os extensos e belos campos de pastagem que compõem este cenário magnífico. Apresentamos alguns pontos-chave da visita a São Miguel: a única plantação de chá da Europa e o típico cozido feito numa panela debaixo do solo. Inesquecível por quem lá passa é também a Caldeira Velha, na Ribeira Grande.

São Miguel é uma dádiva da natureza e um pedaço de terra bem verde no meio do Atlântico que fascina qualquer visitante e, por isso, Ponta Delgada é um dos locais apontados pela revista b para uma viagem em grande nesta passagem de ano.

À noite, os restaurantes e os cafés recebem a população num ambiente descontraído. Este lado jovial da cidade contrasta com a riqueza do património que delicia quem a contempla. Nesta cidade respira-se também História. As Portas da Cidade dão as boas-vindas a quem chega à ilha e a Igreja Matriz de São Sebastião encanta pelo pórtico manuelino. Um passeio pela Marginal de Ponta Delgada e um chá no Louvre Michaelense são obrigatórios.

Tome nota

Passe o último dia do ano num dos dez melhores “Retiros Verdes” do mundo, de acordo com a Condé Nast Traveler. Localizado no Vale das Furnas, o Parque Terra Nostra tem como protagonista o Tanque de Água Termal, com água carregada de minerais essenciais. É uma das melhores formas de carregar as energias e as horas de prazer e deleite que não pode perder nesta visita a São Miguel.
A celebração da passagem de ano em Ponta Delgada começa nas Portas da Cidade, com o fogo de artifício e o concerto de April Ivy. A continuação será o já habitual Grande Baile de Réveillon do Coliseu Micaelense, com performances de Oceanus e Banda 8.


Serra da Estrela

Este é o cenário perfeito para relaxar na natureza, um verdadeiro paraíso nas alturas. A serra da Estrela é a montanha mais alta de Portugal continental e um dos cenários naturais mais conhecidos do país. Esta zona rara de beleza natural e paisagística convida à comunhão com a natureza e nada melhor do que fazê-lo em família.

Por ser rico em espécies biológicas e para evitar eventuais ameaças de ocupação de espaço, o Instituto de Conservação da Natureza classificou, em 1976, o Parque Natural da Serra da Estrela como área demarcada e protegida, a maior em solo português. Estendendo-se por Celorico da Beira, Guarda, Covilhã, Manteigas, Seia e Gouveia, este parque natural é excelente para passeios pedestres, a cavalo ou em bicicleta.

No inverno, o melhor é apreciar este tesouro com um passeio pelos vales glaciares de Zêzere, Loriga, Unhais da Serra, Covão do Urso e Covão Grande. Mas para desfrutar da neve suba à Torre, o ponto mais alto da serra da Estrela. Este é o único sítio em Portugal onde é possível praticar esqui, snowboard, andar de trenó ou moto-ski. Entre novembro e abril, a estação de esqui da serra da Estrela está coberta por um manto branco graças a um processo de neve artificial. Com nove pistas de dificuldade variável, a estação dispõe de todas as infraestruturas para a prática de desportos de inverno.

As delícias da serra estendem-se também ao plano gastronómico. Em vários pontos da serra é possível encontrar aquele que é considerado o imperador dos queijos portugueses: o queijo de ovelha curado de fabrico artesanal, de pasta semimole e amanteigada. A melhor forma de o degustar é cortar o queijo na parte superior e barrar em pão ou tostas.

A neve, a fauna e a flora são as principais atrações da serra, mas convém não esquecer a riqueza humana, cultural, antropológica e histórica da região. Vale a pena conhecer os pequenos tesouros da História que foram reconstruídos e preservados graças ao projeto Aldeias Históricas de Portugal, do qual fazem parte 12 localidades históricas de raízes medievais – Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso.

Tome nota

Aqui a passagem de ano promete ser bem diferente. A neve é a principal estrela e a atmosfera é bem mais tranquila e recatada, perfeita para ser aproveitada em família.

Despeça-se de 2016 (ou dê as boas-vindas a 2017) na estância de esqui e, à noite, desfrute dos jantares de fim de ano e cocktails que estão incluídos nos pacotes das agências de viagem. Nos chalés, aproveite a ocasião para beber um bom champanhe no quente da lareira, com o fogo de artifício pelo fundo.

Viaje em Portugal com a GeoStar

A GeoStar é o parceiro Barclaycard para a compra das suas viagens! Descontos até 5% em programas GeoStar, com o Cartão de Crédito Barclaycard. Beneficie ainda da Compra Repartida.

Descontos exclusivos para Clientes Barclaycard.

Quero esta Vantagem  

Barclaycard Extra