Fim de semana

É sempre tempo de Algarve

O Algarve tem outro encanto longe de todas as confusões de verão. Nesta altura do ano, é uma região que convida ao descanso e ao passeio.

Para a maioria dos portugueses, o Algarve é sinónimo de verão e praia, mas continua a ser um destino de eleição em todas as épocas do ano. Nesta altura, quando a calma dos dias que passam devagar tem outro encanto, e se o golfe é um motivo que justifica a viagem, aqueles que sabem apreciar uma boa caminhada não podem perder um passeio pelos vastos areais, ao ritmo do bater das ondas que salpicam as praias que marcam a costa que vai de Sagres a Vila Real de Santo António.

Mesmo nos dias mais invernosos, o bater das ondas nas escarpas de Sagres, nas grutas das rochas que fazem a beleza da Ponta da Piedade (vizinha de Lagos) ou do Algar Seco (no Carvoeiro) é um espetáculo majestoso. Passear no silêncio das ruas que serpenteiam as casas brancas de cal de Lagos ou de Tavira ou visitar os pubs de Albufeira, onde apetece desfiar uma conversa, é uma verdadeira cura para o stress do quotidiano.

Mesmo entre os mais assíduos do Algarve, há muitos que não conhecem os locais históricos da região, sejam os vestígios mouriscos de Silves ou as ruínas romanas de Milreu, perto de Estói, uma antiga villa agrícola onde podem apreciar-se as ruínas de uma casa senhorial do século III d.C., com os seus balneários, um templo e os edifícios agrícolas, bem como a beleza dos mosaicos, onde se destacam imagens policromáticas de golfinhos.

A Ria Formosa é uma das pérolas do Algarve. Os seus braços criaram as ilhas de Faro, da Armona, da Culatra e do Farol, que salpicam uma costa que viveu muitos anos da faina da pesca e da abundância do atum. Os sapais marcam a paisagem da Ria Formosa, fazendo a fronteira entre a terra e o mar, sendo o habitat de uma grande variedade de espécies. É um parque natural onde se destacam as salinas de onde é extraída a flor de sal, que cativou os mais reputados gourmets de todo o mundo.

O barrocal também tem o seu encanto, com uma paisagem que, nesta altura do ano, é feita de verde. Nas encostas das serras algarvias, as amendoeiras, alfarrobeiras e oliveiras marcam o caráter mediterrânico da região, onde a cozinha tem outro sabor. Nos dias mais claros, o passeio pelas estradas sinuosas oferece belas panorâmicas sobre a costa, com o mar a estender-se até perder de vista no horizonte.

Fotogaleria


» Deslize com o dedo para ver mais fotos.

O recorte da falésia na praia, em Portimão

A praia dos Salgados

As ruínas de Milréu, perto de Estói

A pousada de Estói

As salinas da Ria Formosa

A Ria Formosa

Vista da Ria Formosa, em Tavira