revista b / gente barclaycard

Gente Barclaycard

Fotonature: olhar o mundo

Num instante, tudo muda. E o certo é que qualquer momento pode ser congelado no tempo e emoldurado numa aura de perfeição. É para eternizar esses instantâneos únicos, e formar excelentes fotógrafos, que existem projetos como a Fotonature.



“Muitas pessoas podem levá-lo a lugares bonitos, mas poucas podem ajudá-lo a voltar deles com boas fotografias.” A frase, meio teaser, meio promessa, pode ser lida mal se entra no site da Fotonature. Quando tentamos conhecer melhor o projeto e a equipa que lhe dá forma e alma, deparamo-nos com a declaração, que acaba por funcionar como um cartão-de-visita.

Fundada em 2007, a Fotonature orgulha-se de ser uma referência no que diz respeito à fotografia de paisagem natural e uma das entidades que mais workshops leciona por ano. Tudo graças à dedicação de uma equipa de fotógrafos profissionais.

A Fotonature foi criada por Nuno Luís e Pedro Bento, “numa altura em que ainda não existiam muitas entidades a dedicar-se a este tipo de atividade”, explicam-nos os fundadores, adiantando que, nos vários fóruns on-line em que participavam, recebiam frequentemente perguntas sobre a forma como tiravam determinadas fotografias, que tipo de equipamento utilizavam, os locais em que as tinham captado, entre outras questões. “Resolvemos criar este projeto para partilhar aquilo que sabíamos.”

Como os dois fotógrafos fundadores eram especializados em paisagem natural, acabou por ser essa a área mais trabalhada, mas, em 2011, com a entrada do fotógrafo Luís Afonso na equipa, a Fotonature expandiu o leque de opções às fotografias de rua e de viagens.

“Os workshops de fotografia de rua esgotam sempre com muita antecedência”, refere Luís Afonso, que acrescenta, “em 2012, juntou-se a nós um dos maiores astrofotógrafos mundiais, o Miguel Claro, que complementou ainda mais a oferta. Embora seja a paisagem natural que tenha estado na génese da Fotonature, daí o seu nome, os restantes estilos fotográficos são, hoje, igualmente importantes”.

“Muitas pessoas podem levá-lo a lugares bonitos, mas poucas podem ajudá-lo a voltar deles com boas fotografias.”

Quase tão importantes como a combinação de fatores que está por detrás do sucesso da Fotonature: a técnica, as localizações escolhidas e os cenários apresentados.

Contudo, o que faz a diferença é a paixão que os formadores transmitem. “Partilhamos mesmo tudo aquilo que sabemos, sem esconder nada. Levamos as pessoas aos sítios onde gostamos de fotografar, nas melhores horas, e fazemos questão de que os participantes façam as melhores fotografias, sempre aprendendo algo que os ajude a fazer as mesmas fotografias quando não estamos por perto. Como não costumamos fotografar nos workshops, outro elemento que nos distingue é encararmos as fotografias dos participantes como as nossas próprias captações e, se eles conseguirem fazer uma grande fotografia, é como se nós também a tivéssemos conseguido.” Compreende-se, assim, que o espírito de equipa seja estimulado, criando-se uma atmosfera de partilha e de entreajuda.

“No final de cada workshop, há sempre um novo grupo de amigos que se forma. O facto de estarmos ali a partilhar uma paixão gera sempre uma dinâmica muito positiva. Nunca tivemos um grupo que não fosse fantástico.”

“Partilhamos mesmo tudo aquilo que sabemos, sem esconder nada. Levamos as pessoas aos sítios onde gostamos de fotografar, nas melhores horas (...)”

Nuno Luís

Pedro Bento

Próximas data

3 de agosto Lisboa monumental (Lisboa)
24 de agosto Time lapse urbano (Lisboa)
14 de setembro Estátuas vivas (Tomar)
5 e 6 de outubro Lisboa a preto-e-branco (Lisboa)
16 e 17 de novembro Outono na Serra da Estrela

Para mais informações, consulte www.foto-nature.com.

Luís Afonso

Miguel Claro

2011.Lisboa 2012.Algarve 2012.Geres 2012.Serra-da-Estrela 2012.Serra-de-Aire.02 Lisboa, 2011 Algarve, 2012 Gerês, 2012 Serra da Estrela, 2012 Serra de Aire, 2012