revista b / destino de sonho

Destino de sonho / Marraquexe

Terra das mil e uma noites

Marraquexe é uma cidade que merece ser conhecida. Poucos sabem que foi esta guardiã da cultura berbere que deu origem ao país que é, hoje, Marrocos.



O exotismo de um centro urbano próximo da Europa conferiu-lhe o carácter chique, assumido no início do século XX. Para trás, ficou a história do cruzamento comercial, a rota das caravanas que atravessavam o Sahara e que fizeram de Marraquexe a “Capital do Grande Sul”, a sede de um império que se estendia até ao Mali.

Com origem no século XII, as muralhas da cidade recordam esses tempos. Cercam a Medina, a cidade velha, ao longo de dezanove quilómetros e várias das suas portas são autênticas obras de arte.

No interior, o passado e o presente marcam a vida de uma cidade orgulhosa do fervilhar comercial da sua praça central, a Jemaee el-Fna, que deu origem à sua prosperidade, sendo, hoje, uma imagem folclórica no terreiro fronteiro ao velho souk.

No centro do bairro das corporações de artesãos, as artes e os ofícios ocupam espaços próprios no labirinto de ruas estreitas que se estende até ao mellah (bairro judaico).

Os riads, antigas casas senhoriais no interior de Marraquexe, foram transformados em turismo de habitação. São refúgios aprazíveis para quem quer sentir a identidade desta cidade das mil e uma noites. São excelentes alternativas aos muitos (e bons) hotéis da cidade, com a vantagem de estarem maioritariamente situados no coração da zona histórica, que deve ser descoberta a pé, ao longo do dia.

Depois, a noite pode começar no Café Árabe (www.cafearabe.com) ou no Le Comptoir (www.comptoirdarna.com) e prosseguir enérgica no Pacha (www.pachamarrakech.com), até a animação deste conhecido clube de Marraquexe o permitir.







A não perder

1. Madrassa Ali Ben Youssef

Praça Ben Youssef. A velha escola corânica é uma das mais belas e maiores do Magrebe. Fundada no século XIV, é um valioso exemplo da arquitetura mourisca.

2. Mesquita Koutoubia

Avenida Mohammed V. Construída para celebrar a vitória sobre os Almorávidas em 1147, é uma das maiores mesquitas do mundo Ocidental. A torre do minarete é uma obra de arte da arquitetura mourisca e serviu de exemplo à Giralda de Sevilha.

3. Jardim Majorelle

Avenida Yacoub el-Mansour, Jardin Majorelle (www.jardinmajorelle.com). Criado nos anos 30 do século XX por Yves Saint-Laurent, foi idealizado por Louis Majorelle e renovado pelo seu filho Jacques. Verdadeira obra de arte verde, com canais, fontes e repuxos. Aqui encontra também um museu de arte islâmica.

4. Palácio Bahia

Riad Zitoun el Jedid. Datado do século XIX, foi erigido por dois vizires do sultão. Alia o requinte com a decoração kitsch.



5. Dar Cherifa

8 Derb Charfa Lakbir Mouassine, Rua Mouassine (www.marrakech-riads.net). Uma galeria-café, que se afirma como um polo cultural na zona histórica da cidade.

6. Museu de Marraquexe

Praçe Ben Youssef, Medina (www.museedemarrakech.ma). No coração da Medina, nasceu da recuperação de um edifício do início do séc. XX e organiza exposições de arte marroquina.



Com a cordilheira do Atlas em pano de fundo, a imponente torre da mesquista Koutoubia sobressai na silhueta da cidade Exterior da mesquista Koutoubia, com a sua emblemática torre Entrada da mesquita Koutoubia, ladeada pelos verdejantes jardins O terraço do riad Dar Cherifa, afamado restaurante e local de cultura O pavilhão da dinastia Saadi, junto à piscina dos Jardins Menara, cujo nome deriva do menzeh, o telhado verde em forma de pirâmide As típicas janelas de um dos vários riads da cidade Bab Ageunaou, um dos históricos portões de acesso à medina As cores, cheiros e texturas típicas das especiarias marroquinas estão bem patentes no souk No antigo Palácio Mnebhi, agora museu de Marraquexe, são apresentadas peças típicas da cultura local (caligrafia, joalharia, entre outros) A Madrasa Ben Youssef, fundada no século XIV pelo Sultão Abou Hassan, foi restaurada e alargada pelo Sultão Abdullah el Ghalib A magia das mil e uma noites, presente no restaurante Le Comptoir Envolto num ambiente repousante, no Le Comptoir poderá apreciar uma refeição ou uma bebida a qualquer hora do dia A famosa cadeia de clubes noturnos Pacha está também em Marraquexe. A dança e a diversão são garantidas!