revista b / mundo barclaycard

Mundo Barclaycard

Temos respostas para si

Costuma dizer-se “que a falar é que nos entendemos”. É o que acontece no Barclaycard. Estamos junto dos nossos Clientes, onde estes passam a maior parte do seu tempo. Através do nosso Canal Móvel, "tocamos" cada um, na sua empresa.



O modelo de Distribuição Barclaycard é naturalmente reconhecido pelos canais com maior visibilidade, como os Stands nos espaços comerciais, telemarketing ou através do canal digital (internet). Contudo, existe outro braço da Distribuição, critico e relevante para o negócio em Portugal, que “bebe” os mesmos valores e forças que o negócio tem como um todo. Este canal de Distribuição é composto por três agências externas, rigorosamente selecionadas, que empregam cerca de 100 colaboradores e cujos processos de recrutamento e formação são enquadrados nos mais elevados padrões de exigência. São, portanto, comerciais, com formação financeira e comportamental que trabalham diariamente para ir ao encontro do Cliente, apresentando a melhor solução de pagamento, de uma forma cómoda, clara e personalizada.

A abordagem é efetuada durante o horário de trabalho, na empresa onde o Cliente colabora, num modelo que jamais prejudique o bom funcionamento dos serviços. Tudo se inicia no contacto à empresa para obter o consentimento desta para a apresentação dos nossos serviços aos seus colaboradores, nas suas instalações, em grupo ou individualmente.

Este canal de Distribuição dá pelo nome de Canal Móvel, e o seu sucesso assenta no know how adquirido em mais de 15 anos de história em Portugal, com uma sólida e eficiente gestão de risco, nos valores de elevado nível de serviço exigido e prestado, no respeito pelo indivíduo e na responsabilidade e excelência na informação que as equipas de comerciais, todos os dias, transportam até ao consumidor.



O Canal Móvel está sob a gestão de Luisa Gomes que conta com cerca de 6 anos de experiência no setor financeiro e na gestão e motivação de forças de vendas, que trabalha com Graça Loureiro, cuja experiência de mais de 15 anos em banca de retalho, traz novos desafios à gestão diária, ao nível do rigor e controlo do processo de Venda.

Duas mulheres de garra que contam aqui um pouco da sua experiência e nos revelam um pouco de si.

Quais são os principais desafios na vossa atividade diária?

Numa perspetiva da nossa gestão interna, o que mais desafia a nossa atividade diária é o equilíbrio entre motivação das nossas equipas comerciais e o cuidado e Controlo de Qualidade que colocamos no processo de venda, analisando a adequação da oferta ao Cliente e partilhando sempre uma visão de crédito responsável de forma a que cada um opte pelo cartão mais adequado às suas necessidades.

Se tivessem que escolher, qual é a melhor história de sucesso desta área?

Não existe a melhor história de sucesso, porque o renascimento deste canal de vendas e os seus Resultados consistentes, ano após ano, por si só, são um sucesso. Numa altura em que o tecido empresarial português vive profundas transformações, conseguirmos captar a atenção das pessoas que todos os dias enfrentam esses desafios, é um êxito! Além disso, conseguirmos inovar e abordar as empresas de novas formas é também uma história para contar…

Um objetivo para o futuro

Fazer crescer o Canal Móvel com maior equilíbrio entre norte e sul do país, tendo por base uma segmentação variada de empresas com diferentes abordagens. Contribuir com melhores métodos operacionais que permitam aos nossos comerciais e Clientes uma melhor experiência. E também ampliarmos a perceção que as empresas têm da nossa atuação, provando que podemos ir ao encontro dos seus Colaboradores, com uma oferta válida e que valorizem, sem perturbar o seu serviço, oferecendo apenas maior comodidade e facilidade na adesão. Queremos ser mais do que meros comerciais, queremos ser os melhores consultores a nível de cartões de crédito que uma empresa pode possibilitar aos seus Colaboradores, de forma clara e cómoda.



Um caso insólito e divertido

Vou relatar uma história que me aconteceu, aquando um acompanhamento a um comercial. O processo de formação como gestora de equipas deste canal de vendas passa por acompanhar os comerciais no terreno, nas suas visitas às empresas. Num dos primeiros dias de acompanhamento, tinha planeado acompanhar o comercial José com melhores resultados no canal!

Apenas dispunha de algumas informações. Tratava-se de uma visita agendada para uma grande empresa, de relevância no panorama nacional e internacional. Sabia o enquadramento dos potenciais clientes e o local da visita: A sala de reuniões no Departamento de Recursos Humanos.

Estava um dia de calor intenso, e tivemos que percorrer cerca de 100 quilómetros até ao local. A nossa indumentária era, respetivamente, um fato branco imaculado e uns sapatos de salto agulha, e um fato escuro, camisa branca e gravata de seda.

Chegámos ao local e fomos prontamente encaminhados para a sala digna de uma reunião e apresentação dos nossos produtos. O José coloca os folhetos de vendas e respetivas propostas de adesão devidamente alinhados na mesa e liga inclusive o seu computador para a eventual necessidade de mostrar mais detalhe sobre os nossos produtos. O diretor de Recursos Humanos mostra-se muito interessado no produto e faz uma proposta de adesão a um dos nossos cartões Barclaycard. Nós, pensando que o próximo passo seria fazermos a apresentação aos restantes colaboradores no mesmo local, mantivemo-nos quietos.

O Diretor diz-nos então que teve oportunidade de passar a mensagem e alertar os seus colaboradores para a nossa visita. No entanto, diz-nos que não gostaria de os chamar à ala dos Recursos Humanos, pela complicação logística que podia causar e que a única forma seria descermos à unidade fabril e falarmos com cada colaborador, individualmente.

Assim foi. O José arrumou as suas coisas na pasta e descemos. Qual foi o nosso espanto quando percebemos que, dadas as caraterísticas do produto em fabrico, tínhamos que nos equipar com fatos de plástico, botas e capacete. E foi assim que fomos os 2 explicando os nossos produtos, com a complicação da máscara que não nos deixava projetarmos a voz e a complicação do volume do fato que não nos deixava segurar devidamente nos materiais de venda. Já para não falar do calor infernal que se fazia sentir dentro dos fatos de "astronautas"...

Moral da história:
Efetivamente o Canal Móvel é versátil. Para comprovar o nosso profissionalismo, ainda que nos sejam apresentadas barreiras, não deixamos de prestar um serviço de excelência e ao encontro das necessidades dos nossos potenciais clientes.