revista b / mundo barclaycard

Mundo Barclaycard

Comércio eletrónico.
Cada vez mais simples e seguro.

Com preços mais baixos, uma oferta muito maior de produtos e a comodidade da compra 24 horas por dia , o comércio eletrónico começa a fazer parte dos hábitos de consumo dos Portugueses.



O ritmo de crescimento do comércio eletrónico é impressionante.

Portugal não é exceção. O comércio eletrónico no nosso país cresceu mais de 40% nos últimos 5 anos. Cerca de 90% dos internautas pesquisam e comparam produtos online. Então, porque é que só cerca de 37% compram?

O Barclaycard tentou perceber os motivos. Além de questões comportamentais (os consumidores preferem ver o artigo fisicamente), as principais razões para esta disparidade relacionam-se com a segurança das compras online (garantia de receber os artigos) e do pagamento.

Assim, procurámos melhorar a nossa oferta de forma a poder eliminar barreiras e garantir que o Barclaycard é o cartão ideal para as compras online.



Criámos o Barclaycard Pay Secure!

Esta solução consiste num processo de autenticação, sempre que o Cliente faz uma compra online em lojas aderentes ao sistema Verified by Visa, confirmando que é de facto o titular do cartão que está a realizar a transação.

O serviço não exige registo e funciona de uma forma simples e prática. Depois de fazer a encomenda online e escolher a opção de pagamento com o cartão Barclaycard, o Cliente recebe, via SMS, um código de autenticação único, que deverá introduzir na janela de autenticação Barclaycard Pay Secure.

Se quer comprar online, o Barclaycard é o cartão que lhe oferece segurança acrescida. Comece desde já a beneficiar das suas vantagens únicas!



O Barclaycard Pay Secure é uma solução Verified by Visa que prova que não é preciso ter sete chaves para estar em segurança. Basta ter uma que realmente funciona. E essa é a chave que faz do Barclaycard o cartão ideal para compras online.




Mais segurança em 3 passos









E o futuro?

Nos EUA, país da vanguarda digital, o negócio das vendas online somará 293 mil milhões de dólares, em quatro anos, mais do que duplicando os valores atuais, garante a empresa de estudos de mercado Forrester. O grosso do crescimento virá de transações feitas a partir de smartphones e tablets, confirmando que o comércio eletrónico é também cada vez mais mobile.

Há dois anos, a Comissão Europeia anunciou, um plano para incentivar o comércio eletrónico e duplicar o peso das transações online, em três anos. Hoje, a um ano do final do período referido no programa, as metas e as previsões estão largamente ultrapassadas!

Entre as medidas, Bruxelas propôs o reforço da segurança e a implementação de um sistema único de pagamentos online, que transmita confiança a vendedores e compradores.